10 de março de 2011

Hoje mesmo eu passei por nós dois

de mãos dadas no parque com um sorriso inesplicável, acho que a gente se gostava. Eu nos segui, fiquei fascinada com a nossa combinação perfeita, sentamos em um banquinho próximo a uma arvore e começamos a tentar escrever nossos nomes nela, que hoje nem existe mais,  igual ao seu sentimento.
Por isso ás vezes eu brinco de seguir a gente imaginar a gente, só pra matar a saudadezinha que restou no meu coração.
Hoje de manhã passei pela gente na praia ...

2 comentários:

. Nadine disse...

Já vivenciei o seu texto. Adoro imaginar, o que foi, o que deveria ter sido. Beijo =*

Paolla Bensuaski disse...

que liiiiiindo o texto,
e muito lindo seu blog tbm ;')

já estou seguindo vio?
quando tiver um tempinho, passa lá no meu sz

beeeijo.